Associação ACEGIS

Iniciativa alerta para as consequências da mutilação genital feminina arranca esta sexta-feira nos aeroportos de Faro, Lisboa e Porto.

Campanha «Não corte o futuro!»

Mais de 200 milhões de raparigas e mulheres foram vítimas de mutilação genital feminina em todo o mundo, incluindo 500 000 que vivem na Europa.

A CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género estima que 6 576 mulheres com mais de 15 anos e a residir em Portugal tenham sido sujeiras a esta prática.

A campanha «Não corte o futuro!» pretende alertar para as consequências desta prática tradicional nefasta no bem-estar e na saúde de meninas e mulheres, mobilizando organizações e profissionais para o trabalho que é preciso fazer concertadamente para a sua erradicação.

"Não corte o futuro". Nova campanha para acabar com a mutilação genital feminina

A campanha, que estará nos aeroportos nacionais até ao dia 21 de abril, durante o período de férias escolares da Páscoa, época considerada de particular risco, é promovida pela secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género e pelo Alto Comissariado para as Migrações, em parceria com dez organizações da sociedade civil.

Associação ACEGIS

A Associação ACEGIS reconhece-se enquanto entidade de referência nas áreas estratégicas da cidadania, inclusão, igualdade de género, empreendedorismo e inovação social.

Partilhar

Gostar disto:

%d bloggers like this: