Todos os hospitais no SNS vão ter serviço de hospitalização domiciliária até 2021

A Ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que todos os hospitais que fazem parte do Serviço Nacional de Saúde vão ter serviço de hospitalização domiciliária até 2021.

A ministra da Saúde, Marta Temido, garantiu esta terça-feira que todos os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) vão ter resposta de hospitalização domiciliária “no máximo em 2021”.

Em Beja, durante uma sessão de trabalho sobre o tema, a ministra referiu que o objetivo do Governo é fazer com que a hospitalização domiciliária seja «uma realidade em todos os hospitais».

Segundo a ministra, 25 hospitais do SNS já têm hospitalização domiciliária, dez vão passar a ter “garantidamente” este ano e os restantes terão em 2021.

Marta Temido sublinhou que o primeiro esforço a fazer é a contratação e a formação de recursos humanos e o segundo é a harmonização das formas de trabalho e registo. E destacou a importância de haver uma resposta uniformizada para que, cada vez mais, «seja possível fazer hospitalização nas casas das pessoas, quando isso seja seguro, eficaz e a situação e a patologia do utente tenham essa indicação».
 
«É um trabalho de robustecimento de uma reposta que, temos a certeza, é a melhor para os portugueses, porque, havendo condições da pessoa e da doença, quem é que não prefere ser tratado em casa?» questionou. 

A ministra lembrou que o alargamento da hospitalização domiciliária é “uma das grandes apostas” do Orçamento do Estado para a área da Saúde nesta legislatura, sendo que para este ano o Governo espera que a medida possa ser aplicada a dez hospitais, havendo para o efeito, como garantiu, uma verba de “um milhão de euros prevista para a contratação de recursos humanos apenas para estas equipas”.

 

Recomendamos!

Ainda não recebe a nossa newsletter?

Receba as nossa notícias e artigos no seu e-mail. Fique a par das nossas novidades.

Junte-se a 16.244 outros subscritores

%d bloggers like this: