Associação ACEGIS

Governo abre concurso para 800 novos técnicos/as especializados/as nas escolas

Reforço de 800 psicólogos/as, educadores/as sociais, mediadores/as e outros técnicos/as de intervenção social vão ajudar à concretização de medidas centradas em dimensões essenciais para o sucesso e inclusão educativos

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados no âmbito do plano de desenvolvimento pessoal, social e comunitário, lançado recentemente, e tendo como finalidade o próximo ano letivo.

As candidaturas já estão abertas para os agrupamentos de escolas/escolas não agrupadas conceberem e apresentarem, na esfera da sua autonomia, planos de desenvolvimento pessoal, social e comunitário para a promoção do sucesso e inclusão educativos.

Este reforço de recursos humanos está englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo.

De acordo com o Ministério da Educação, o reforço de 800 psicólogos/as, educadores/as sociais, mediadores/as e outros técnicos/as de intervenção social vão ajudar à concretização de medidas centradas em dimensões essenciais para o sucesso e inclusão educativos, nomeadamente o aperfeiçoamento de competências sociais, emocionais e de desenvolvimento pessoal, o aprofundamento da relação entre escola e família e o envolvimento da comunidade na parceria para o sucesso.

 

A contratação de Escola dos/as Técnicos/as Especializados/as é efetuado através da plataforma SIGRHE (Sistema Interativo de Gestão de Recursos Humanos da Educação). 

Recomendamos

Contratação de Escolas | Concursos para Técnicos/as Especializados/as

Ainda não recebe a nossa newsletter?

Receba as nossa notícias e artigos no seu e-mail. Fique a par das nossas novidades.

Join 16.635 other subscribers

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

Todos os Direitos Reservados.

Telefone: (+351) 212 592 663

Intervimos ativamente para a construção e mudança de paradigma da Economia Social e Solidária.

Pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva.

Partilhar

Like this:

%d bloggers like this: