Associação ACEGIS

O Prémio Sakharov 2020 atribuído à oposição democrática na Bielorrússia

O Prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento, criado em homenagem ao físico e dissidente político soviético Andrei Sakharov, é atribuído todos os anos pelo Parlamento Europeu. Foi criado em 1988 para homenagear indivíduos e organizações que defendem os direitos humanos e as liberdades fundamentais.

A oposição democrática na Bielorrússia é a vencedora do prémio Sakharov 2020, atribuído anualmente pelo Parlamento Europeu (PE).

A oposição da antiga república soviética é representada pela figura do Conselho de Coordenação, uma plataforma que junta figuras da sociedade civil e personalidades políticas como Svetlana Tikhanouskaia, a adversária eleitoral do Presidente Aleksander Lukashenko. 

O anúncio foi proferido pelo Presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, “Quero congratular os representantes da oposição bielorrussa pela coragem, pela resiliência e determinação. Eles encarnam a defesa diária da liberdade de pensamento e expressão, aquilo que o prémio Sakharov recompensa.

O presidente do Parlamento Europeu aconselhou o contestado líder da Bielorrússia a arrepiar caminho, não só pondo fim às violentas acções de repressão sobre os manifestantes e adversários políticos, como aceitando afastar-se do poder. “A violência nunca prevalecerá sobre a verdade. O Presidente perdeu as eleições e chegou o momento de ouvir a voz do povo”, declarou.

Entre os candidatos a receber este prémio estava, para além da oposição democrática na Bielorrússia, o arcebispo de Mossul (Síria), ativistas ambientais hondurenhos e dos direitos LGBTI polacos.

O prémio Sakharov para a liberdade de consciência, no valor de 50 mil euros, foi instaurado em 1988 e conta, entre os seus laureados, com o resistente contra o Apartheid na África do Sul Nelson Mandela (1988), o lutador pela independência de Timor-Leste Xanana Gusmão (1999) e o bispo emérito de Lubando Zacarias Kamwenho pelos esforços de paz em Angola (2001).

Em 2019, foi atribuído a Ilham Tohti, defensor dos direitos humanos uigur, professor de economia e defensor dos direitos da minoria uigur na China.

 

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

Em Destaque

Todos os Direitos Reservados.

Telefone: (+351) 212 592 663

Intervimos ativamente para a construção e mudança de paradigma da Economia Social e Solidária.

Pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva.

Partilhar

Like this:

Like Loading...
%d bloggers like this: