Associação ACEGIS

5ª Edição do programa "Engenheiras por um dia" volta a ter sessões presenciais

O Engenheiras Por Um Dia tem como objetivo promover, junto das jovens estudantes dos ensinos básico e secundário, a opção pelas engenharias e pelas tecnologias, desconstruindo a ideia de que estes são domínios masculinos, e combater os estereótipos que condicionam as suas opções escolares e de carreira.

Depois de uma edição 100% online, devido à pandemia de Covid-19, tem hoje início a 5ª edição do Programa Engenheiras Por Um Dia, relativa ao ano letivo 2021/2022. Esta nova edição retomará as atividades presenciais de experimentação e mentoria das profissões nas áreas das engenharias e tecnologias.
 
O Engenheiras Por Um Dia tem como objetivo promover, junto das jovens estudantes dos ensinos básico e secundário, a opção pelas engenharias e pelas tecnologias, desconstruindo a ideia de que estes são domínios masculinos, e combater os estereótipos que condicionam as suas opções escolares e de carreira. 
Neste novo ano letivo aumentaram para 127 as entidades participantes – 42 escolas/agrupamentos de escolas, 15 instituições de ensino superior e 70 empresas, associações e municípios, que, em articulação, desenvolverão desafios de engenharia, visitas de estudo, ações de mentoria, de role model e workshops.
 
«Este Programa foi pioneiro no lançamento de uma política pública estruturada de combate à segregação sexual das escolhas educativas e profissionais, especificamente na área do digital e das tecnologias, áreas hoje já reconhecidas e previstas nos financiamentos previstos no Programa de Recuperação e Resiliência», indica a Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro.
 
O programa Engenheiras Por Um Dia está integrado na Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação – Portugal Mais Igual e no Plano de Ação para a Transição Digital, em articulação com o Programa INCoDe.2030. Desde a sua criação, em 2017, já alcançou 10.411 jovens do 3º ciclo e do ensino secundário, em mais de 460 atividades. 
 
O Programa é coordenado pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) em articulação com Carta da Diversidade (APPDI), Instituto Superior Técnico e Ordem dos Engenheiros.

Pandemia adia Igualdade de Género por mais 135 anos

Fórum Económico Mundial calcula que o tempo necessário para alcançar a paridade passou de 99,5 para 135,6 anos nos últimos 12 meses. Portugal ocupa o 22.º lugar entre 156 países. Só em 2288 é que será atingida a igualdade económica entre os sexos

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

Artigos Relacionados

Ainda não recebe a nossa newsletter?

Subscreva gratuitamente a nossa Newsletter e receba as nossas notícias e artigos no seu e-mail!

Join 17.321 other subscribers

Artigos em Destaque - ACEGIS

Todos os Direitos Reservados.

Telefone: (+351) 212 592 663

Intervimos ativamente para a construção e mudança de paradigma da Economia Social e Solidária.

Pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva.

%d bloggers like this: