Associação ACEGIS

Holocausto: Pode a Europa cometer as mesmas atrocidades do passado?

Assinalam-se hoje os 77 anos da libertação pelas tropas aliadas do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, símbolo máximo da barbárie, do ódio e da intolerância. Naquele que foi o maior crime contra a humanidade alguma vez cometido.

27 de janeiro, Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Declaração da fundadora da Associação ACEGIS no Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Temos de permanecer vigilantes e rejeitar todos os  discursos extremistas e de cariz odioso, para que as vítimas não se tornem novamente alvo de perseguição e violência.  A barbárie, o obscurantismo e o extremismo violento não podem ter lugar nas sociedades democráticas do século XXI.

Susana Pereira

Sobre o dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

 

Em 2005, através da sua Resolução 60/7 sobre a Memória do Holocausto, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou 27 de janeiro como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. Em 27 de janeiro de 1945, as Forças Aliadas libertaram o campo de concentração e morte de Auschwitz-Birkenau.

A resolução insta todas as nações membros das Nações Unidas a honrarem a memória das vítimas do Holocausto e a incentivarem o desenvolvimento de programas educativos sobre a história do Holocausto, a fim de prevenir futuros atos de genocídio. Apela à preservação ativa dos locais do Holocausto que serviram de campos de morte, campos de concentração, campos de trabalho forçado e de prisões nazis.

Em 21 de janeiro, as Nações Unidas adotaram uma resolução que tem por objetivo combater a negação do Holocausto e exortar os países membros e as empresas de redes sociais a ajudar a combater o antissemitismo.

Artigos Relacionados

Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social

Todos os Direitos Reservados.

Telefone: (+351) 212 592 663

Intervimos ativamente para a construção e mudança de paradigma da Economia Social e Solidária.

Pela construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva.

©2021 ACEGIS

Partilhar

Like this:

Like Loading...
%d bloggers like this: