Reações ao Acórdão do do Porto